Conteúdo publicado há 1 mês

EUA retoma sanções petroleiras contra a Venezuela por bloqueio eleitoral da oposição

Os Estados Unidos não vão renovar a licença 44, que alivia as sanções ao petróleo e ao gás da Venezuela, quando expirar, na quinta-feira, porque o governo impede que os opositores se registrem para disputar as eleições e reprime ativistas, anunciaram funcionários americanos nesta quarta-feira (17).

O Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros dos EUA (OFAC) "substituirá" esta licença por outra que permitirá a liquidação das transações pendentes "antes de 31 de maio", destacou uma funcionária americana, que pediu para ter sua identidade preservada. Ela explicou que Washington pode emitir "licenças específicas" a pedido das companhias, que avaliará "caso a caso".

Deixe seu comentário

Só para assinantes