Conteúdo publicado há 1 mês

China inicia exercícios militares 'cercando' Taiwan, diz imprensa estatal

A China iniciou na manhã desta quinta-feira (23, noite de quarta em Brasília) dois dias de exercícios militares "cercando a ilha de Taiwan", informou a mídia estatal chinesa.

"O Comando do Teatro Oriental do Exército de Libertação Popular da China (PLA) iniciou exercícios militares cercando a ilha de Taiwan a partir das 7h45 de quinta-feira", relatou a agência de notícias Xinhua, acrescentando que os exercícios estão sendo realizados no Estreito de Taiwan e ao norte, sul e leste da ilha.

Os exercícios ocorrem três dias após Lai Ching-te ser empossado como o novo presidente da ilha autogovernada.

A China reivindica Taiwan como parte de seu território e rotulou Lai como um "separatista perigoso" que trará "guerra e declínio" para a ilha.

A Xinhua relatou que o porta-voz militar Li Xi disse que os exercícios se concentrariam em "patrulha de prontidão para combate marítimo-aéreo, apreensão conjunta do controle abrangente do campo de batalha e ataques de precisão conjuntos em alvos-chave".

Li acrescentou que os exercícios "envolvem a patrulha de embarcações e aviões se aproximando de áreas ao redor da ilha de Taiwan e operações integradas dentro e fora da cadeia de ilhas para testar as capacidades conjuntas de combate real das forças do comando".

O porta-voz disse que os exercícios também serviriam como "forte punição para os atos separatistas das forças da 'independência de Taiwan' e um severo aviso contra a interferência e provocação por forças externas", relatou a Xinhua.

A agência de notícias de Pequim informou que os exercícios também ocorreriam ao redor das ilhas de Kinmen, Matsu, Wuqiu e Dongyin.

Deixe seu comentário

Só para assinantes