Índice do IBGE indica crescimento de 1,02% no custo da construção civil em junho

Nielmar de Oliveira - Repórter da Agência Brasil

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) fechou o mês de junho com alta de 1,02%, resultado 0,19 ponto percentual superior aos 0,83% relativos aos números de maio. Em junho do ano passado o índice havia subido 0,73%.

Os dados foram divulgados hoje (8) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com a alta, o indicador fechou os últimos 12 meses (a taxa anualizada) em 6,99%, resultado superior aos 6,68% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores.

Por causa da alta, de maio para junho o custo nacional do metro quadrado passou de R$ 997,60 para R$ 1.007,75. Deste total, R$ 528,55 dizem respeito a materiais e R$ 479,20 à mão de obra.

A parcela dos materiais apresentou variação de 0,16%, ficando com resultado próximo da taxa de maio (0,17%). Já a parcela da mão de obra registrou variação de 1,97%, subindo 0,39 ponto percentual em relação ao mês anterior (1,58%).

A região Sudeste foi a que apresentou a maior alta nos custos da construção civil em junho ao variar 1,54%, resultado 0,52 ponto percentual acima do custo nacional. Na sequência, a região Sul (1,01%0), Nordeste (0,82%), Norte (0,33) e Centro-Oeste (0,09%).

Na análise por estados, a pesquisa indica que a pressão exercida pelo reajuste salarial do acordo coletivo fez com que o Rio de Janeiro apresentasse, em junho, a maior variação mensal (5,21%), seguido pelos estados de Alagoas (3,73%), Acre (3,53%), Ceará (3,50%) e Santa Catarina (3,21%), também sob impacto de reajuste salarial.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos