Refém de rebelião em presídio no interior de SP é liberado

Fernanda Cruz - Repórter da Agência Brasil

Um dos três funcionários mantidos reféns na rebelião da Penitenciária Odete Leite de Campos Critter em Hortolândia, interior paulista, foi liberado, segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP). O funcionário não apresenta ferimentos.

Em nota, a secretaria informou que o empregado está recebendo assistência de um grupo de acolhimento da Coordenadoria das Unidades Prisionais. A rebelião já dura mais de 17 horas, com os policiais negociando a liberação dos reféns. Ainda restam dois.

O presídio tem capacidade para 855 presos, mas funciona com mais que o dobro de internos. São 1.897 presos, todos em regime fechado. O Grupo de Intervenção Rápida, uma força especial da secretaria para ações deste tipo, está dentro do presídio acompanhando a ocorrência, que começou ontem (11) às 17h.

A Secretaria de Administração Penitenciária disse que está em contato com os presos para liberar os reféns e que os detentos estão confinados nos pavilhões. A segurança externa também foi reforçada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos