Papa lamenta ataque a igreja no Norte da França

Da agência Ansa Brasil

Polícia municipal em uma passagem subterrânea perto da igreja onde dois sequestradores foram mortos após matarem um padre em Saint Etienne du RouvrayEPA/Alice Paralacci/Agência Lusa/Direitos Reservados

O papa Francisco foi informado, na manhã de hoje (26), sobre o último ataque na França que deixou um padre morto e disse lamentar o episódio de violência que ocorreu na madrugada desta terça-feria. Segundo o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, Francisco está rezando pelas vítimas e condena "esta violência absurda", assim como "toda forma de ódio".

"É mais uma notícia horrível que, infelizmente, se soma a uma série que vem nos chocando, criando imensa dor e preocupação", disse o representante, acrescentando que o Vaticano acompanha a situação da igreja francesa.

Pelo menos três pessoas morreram e uma ficou ferida em estado grave após o ataque realizado em uma igreja em Saint-Etienne-du-Rouvray, nas proximidades de Rouen, na França. O refém morto foi identificado pela mídia local como Jacques Hamel, um padre de 84 anos. Ele teria sido degolado.

As outras duas vítimas fatais são os agressores, que foram "neutralizados" pelas forças de segurança. Além disso, uma religiosa foi hospitalizada em estado grave e um policial ficou ferido durante a operação. De acordo com a imprensa local, os criminosos teriam invadido a igreja portando facas e gritando em defesa do Estado Islâmico.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos