Sem reforma no Conselho de Segurança, África ameaça deixar ONU

Da Agência Sputnik

O presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, afirmou que o continente africano está pronto para sair das Organização das Nações Unidas (ONU), caso seu pedido de reforma do Conselho de Segurança não seja atendido.

Mugabe disse que a União Africana estaria planejando formar um grupo separado para o qual convidaria países como Rússia, China e Índia, se o Conselho de Segurança da ONU não incluir membros do seu continente no próximo ano. 

"Nem todos os membros permanentes do Conselho de Segurança têm uma postura dura. Somente a Grã-Bretanha, França e Estados Unidos. Se eles persistirem, não se queixem depois quando nós formos criar nossa própria organização. Planejamos fazê-lo em setembro próximo, na próxima Assembleia Geral", disse. 

O líder veterano disse que os dirigentes ocidentais não levam em conta a opinião de uma série de países africanos, por isso a ONU corre risco de ficar sem esses estados se a reforma não for feita. "Só a Rússia e a China nos apoiam e os EUA nos contrariam", afirmou o presidente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos