Campanha de vacinação contra febre amarela no Rio tem boa adesão da população

Flávia Villela - Repórter da Agência Brasil

A campanha tem como público alvo crianças a partir de 9 meses a adultos de 59 anosFlavia Villela/Agência Brasil

A capital fluminense oferece, a partir de hoje (25), a vacina contra a febre amarela em todas as 233 unidades de atenção básica do município. Será possível tomar a vacina em qualquer clínica da família ou centro municipal de Saúde da cidade até o fim do ano. Neste sábado, postos de saúde já tinham grandes filas logo mesmo antes da abertura dos portões, às 9h. Crianças a partir de 9 meses a adultos de 59 anos são o público-alvo da campanha. Pessoas que vão viajar para áreas onde há surto da doença também devem se vacinar.

A aposentada Ana Maria Pimentel Celso 73 anos, visitará parentes em Minas Gerais e chegou cedo ao posto de saúde da Siqueira Campos, em Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro. "Vim hoje, pois vou viajar. Vou a Uberlândia, é melhor a gente se prevenir", disse Ana Maria, que elogiou a rapidez no atendimento.

Garçonete do restaurante ao lado do posto, Cleidiane de Carvalho, 29 nos, ficou sabendo da campanha pelas colegas e entrou na fila. "Já tomei ano passado, porque viajei, mas vim ver se preciso tomar novamente", contou ela, pouco antes de ser informada de que quem tomou a vacina em um período de dez anos não precisa ser imunizado.

Cinco casos da doença foram confirmados na cidade de Casimiro de Abreu e uma pessoa morreu. A Secretaria Municipal de Saúde ressalta que a vacinação continua a ser recomendada apenas para quem vai viajar para locais onde há risco de contágio ou exigência de vacinação e que a cidade do Rio de Janeiro ainda não registrou casos da doença.

Para o bancário Luiz Bonzan Sentanes, 51 anos,  a campanha deveria ter começado quando os primeiros surtos foram registrados em Minas Gerais e no Espírito Santo, no início do ano. "Com esses feriados, muita gente vem ao Rio. Mineiros frequentam muito a Região dos Lagos, onde tem muita incidência de mosquito também. Acho que essa imunização poderia ter sido feita há bastante tempo".

De acordo com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), até o fim do mês serão entregues 8,4 milhões de doses de vacina contra febre amarela ao Ministério da Saúde. Até o fim do ano serão distribuídos cerca de 78 milhões de doses.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos