Associação de juízes manifesta apoio a Marcelo Bretas após declarações de Cabral

Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil

A Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) manifestou apoio ao juiz Marcelo Bretas, titular da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, após as declarações do ex-governador Sérgio Cabral em depoimento prestado ontem (23), em que demonstrou saber detalhes da família do magistrado.

Em nota, a Ajufe diz que repudia "toda e qualquer tentativa de intimidação ou ameaça aos juízes federais no exercício das suas funções".

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral é levado preso na operação Lava Jato em viatura da Polícia Federal Fernando Frazão/Arquivo/Agência Brasil

No depoimento, Cabral disse saber que a família de Bretas tem negócios com bijuterias e seria a empresa mais importante do ramo no Estado. A declaração foi interpretado pelo juiz e pelo Ministério Público Federal (MPF) como uma tentativa de intimidação e um indício de Cabral estaria recebendo informações indevidas dentro do presídio.

Após o depoimento, a Justiça determinou a transferência de Cabral para um presídio federal, atendendo a um pedido do MPF.

Na nota de apoio, a associação de classe destaca que os juízes federais têm aplicado a lei e julgado imparcialmente os casos sob sua apreciação, inclusive os que envolvem a Operação Lava Jato.

"Todos devem se submeter à lei, não se admitindo tratamento privilegiado em decorrência de poder econômico ou político, tendo os presídios federais se mostrado uma alternativa viável às indevidas interferências daqueles que estão presos, dentre outras razões, para não prejudicarem a investigação criminal", avalia a Ajufe.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos