PUBLICIDADE
Topo

Macron e Merkel consideram violações do cessar-fogo na Ucrânia inaceitáveis

Da Agência EFE*

23/12/2017 11h08

O presidente da França, Emmanuel Macron, e a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, classificaram neste sábado (23) de "inaceitáveis" as crescentes violações do cessar-fogo no leste da Ucrânia e pediram que as partes em conflito assumam "as suas responsabilidades". Os dois políticos destacaram, em comunicado divulgado pelo Palácio do Eliseu, sede da presidência francesa, que a solução para a disputa que começou em 2014 na região entre o Exército ucraniano e milícias separatistas pro-Rússia pelo controle do território só pode ser "pacífica". Macron e Merkel reafirmaram apoio "ao pleno respeito à soberania e à integridade territorial da Ucrânia" e o compromisso com a aplicação completa dos Protocolo de Minsk, assinados em fevereiro de 2015 pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko. * É proibida a reprodução total ou parcial desse material. Direitos Reservados