Merkel e Macron exigem que Putin pressione Síria parasuspender ataques aéreos

Da Agência EFE

 

 

Angela Merkel exigiu "a máxima pressão" sobre a SíriaEPA/German Chancellor/Agência Lusa

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, e o presidente da França, Emmanuel Macron, exigiram hoje (25) de Vladimir Putin que exerça "a máxima pressão" sobre a Síria para conseguir a suspensão imediata dos ataques aéreos e combates nesse país. As informações são da Agê ncia EFE.

De acordo com a chancelaria alemã, além disso Merkel e Macron concordaram quanto a necessidade de cumprir "por completo" a resolução aprovada ontem (24) pelo Conselho de Segurança da ONU. Merkel, Macron e Putin mantiveram contato por telefone.

O objetivo da conversa era abordar a situação na Síria e muito especialmente em Ghouta Oriental, nos arredores de Damasco.

Os três líderes elogiaram a resolução da ONU aprovada de forma unânime, destacou a chancelaria em comunicado, no qual ressaltou que o Conselho de Segurança exigiu uma trégua de 30 dias em toda a Síria, de modo a facilitar o fornecimento de ajuda humanitária e as evacuações de feridos e doentes.

Merkel e Macron também indicaram a necessidade de implementar essa resolução de maneira imediata e destacaram que a cessação dos combates é fundamental para conseguir uma solução política para o conflito, de acordo com o processo impulsionado pela ONU. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos