Escolas municipais do Rio podem suspender aulas por falta de merenda 

A rede de educação do município do Rio poderá ter ponto facultativo a partir da próxima terça-feira (29), pela falta de merenda. A informação foi divulgada pelo prefeito, Marcelo Crivella. A entrega dos alimentos é feita por empresas terceirizadas e só há comida para as crianças até amanhã (28).

São 1.537 unidades escolares no município, com 654 mil alunos e 52 mil funcionários. A rede atende ao ensino fundamental, e a comida servida nas escolas muitas vezes é a principal refeição de estudantes.

A rede estadual de ensino informou que as escolas funcionarão normalmente na segunda-feira, mas não se posicionou sobre os demais dias.

BRT

O serviço de ônibus por faixa seletiva BRT voltou a funcionar no sábado (26), de forma reduzida, e neste domingo (27) retomou o atendimento com mais veículos, mas ainda sem a capacidade normal para o período. Isto foi possível porque os ônibus articulados do consórcio foram abastecidos no sábado por um comboio de caminhões-taque escoltados desde a distribuidora Raízen, da Shell, por policiais do Batalhão de Choque. 

Circulam neste domingo (27) 56 articulados, correspondentes a 17% da frota, e as rotas serão atendidas apenas parcialmente, com intervalos de 10 a 20 minutos. Não haverá BRT entre o Aeroporto Internacional Tom Jobim e Madureira, do Corredor Transcarioca. Nos corredores Transoeste e Transolímpica também haverá redução no número de estações atendidas.

Ônibus municipais

A frota de ônibus municipal do Rio foi reduzida ainda mais neste domingo, com somente circulação de 13% do total, percentual inferior aos 23% de sábado. A informação é do sindicato dos ônibus municipais Rio Ônibus. 

"O número vem reduzindo conforme o estoque de combustível acaba. As empresas têm empenhado todos os esforços para conseguirem os insumos o mais rápido possível. Enquanto o abastecimento não é normalizado, há um remanejamento da frota de forma a atender melhor à população nos horários de pico", informou em nota o sindicato.

Barcas

O sistema de transporte de barcas, que liga o Rio a Niterói e a outros destinos, continua em operação reduzida ou suspensa. Na Linha Arariboia, a principal, o serviço foi interrompido no fim de semana. Nas linhas Charitas, Paquetá e Cocotá, está ocorrendo o cancelamento de algumas viagens. "As medidas, que foram autorizadas pela Secretaria de Estado de Transportes, vão gerar uma redução de 8% no número de travessias realizadas pela concessionária regularmente", informou em nota a concessionária CCR Barcas.

Trens, metrô e VLT

O sistema por trilhos foi pouco afetado pela greve dos caminhoneiros, pois quase todas as composições são movidas à energia elétrica. Nos trens da Supervia, os ramais Deodoro, Japeri, Belford Roxo, Santa Cruz e Santa Cruz operam normalmente. Mas não haverá circulação nas extensões Guapimirim e Vila Inhomirim, operadas por locomotivas movidas a óleo diesel. O metrô opera normalmente em todas suas linhas, assim como o VLT.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos