Kassab destaca impacto da greve dos caminhoneiros nos Correios

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, afirmou hoje (29), em São Paulo, que a greve dos caminhoneiros teve "um impacto muito grandes nos serviços dos Correios e que empresa está tentando normalizar as operações. 

 O ministro Gilberto Kassab (Marcelo Camargo/Arquivo/Agência Brasil)

"O impacto é bastante grande, como em qualquer setor da economia, evidentemente", ressaltou Kassab, ao falar sobre o desligamento, nesta quarta-feira (30), do sinal analógico de TV em sete capitais das regiões Nordeste e Norte.

O ministro disse esperar que as atividades da empresa se normalizem o mais rapidamente possível. "Os Correios, como qualquer setor da economia brasileira tiveram um impacto muito grande, e agora cabe a cada um dos brasileiros fazer a sua parte para restabelecer a normalidade", acrescentou.

Em seu último comunicado, publicado ontem (28), os correios informaram que estão impossibilitados de garantir os prazos de entrega dos objetos postais em todas as modalidades de serviço internacional, Sedex, PAC, malote, carta, FAC, impresso, mala direta, Correios Entrega Direta, Remessas Econômica/Expressa, Telegrama Nacional e Carta Nacional Via Internet.

Sinal analógico de TV

O desligamento do sinal analógico de TV amanhã, a partir das 23h59, em Aracaju; Belém; João Pessoa; Maceió; Manaus; Natal e Teresina beneficiará de 3,4 milhões de domicílios. Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), esses municípios incluídos já contam com mais de 90% dos lares com recepção digital de TV.

Segundo pesquisa feita entre os dias 14 e 25 deste mês, 93% dos domicílios em Aracaju já contam com o sinal digital; em Belém, são 91%; em João Pessoa, 95%; em Maceió, 92%; em Manaus, 91%; em Natal, 92% e em Teresina, 92%. 

"Ao desligar o sistema analógico, a radiofusão libera a faixa dos 700 MHz para o modelo 4G de operação celular, melhorando sensivelmente a qualidade da telefonia celular", destacou o ministro Gilberto Kassab.

O governo federal vem implementando de forma progressiva o sinal 100% digital de TV pelo país,  permitindo melhora na qualidade de som e imagem, sem interferências como chuviscos ou fantasmas. De acordo com a Anatel, cerca de 100 milhões de pessoas hoje já recebem o sinal digital em casa. Até o momento, o sinal analógico foi desligado em 643 cidades brasileiras.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos