PUBLICIDADE
Topo

PM lança bombas de gás em estudantes para dispersar protesto na Paulista

04/12/2015 11h48

São Paulo - O Batalhão de choque da Polícia Militar jogou bombas de gás lacrimogêneo nos manifestantes em mais um dia de protesto contra a reorganização da rede estadual de ensino de São Paulo, nesta sexta-feira, 4. O ato fechou os dois sentidos da Avenida Paulista, na esquina com a Rua da Consolação, por volta das 11h da manhã.

Perseguidos pelos policiais e por viaturas da PM, que arremessavam as bombas de efeito moral, os estudantes seguiram para a Rua da Consolação, no sentido centro.

O ato começou em frente ao câmpus Butantã da Universidade de São Paulo (USP), na zona oeste da capital. Depois, os estudantes saíram em passeata até o cruzamento das Avenidas Faria Lima e Rebouças, onde houve confronto com a Polícia Militar, que usou bombas de gás lacrimogêneo. Em seguida, o grupo foi até a Rua da Consolação e se encontrou com outro protesto.