Motta já tem 'bênção' do grupo de Cunha para candidatura a líder do PMDB

De Brasília

  • Beto Barata/Folhapress

O grupo ligado ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), já definiu o nome do deputado Hugo Motta (PB) como o terceiro candidato à disputa pela liderança da bancada peemedebista na Casa. A expectativa é que Motta oficialize sua candidatura ainda nesta quarta-feira (20).

Com a intenção de impedir a recondução do atual líder, Leonardo Picciani (RJ), que se tornou seu desafeto ao se aproximar do Palácio do Planalto, Cunha articulou a candidatura de Hugo Motta. O presidente da Casa desistiu de apoiar o segundo candidato, Leonardo Quintão (MG), porque a bancada mineira não fechou apoio ao conterrâneo.

Hugo Motta está em sua segunda legislatura e tem 26 anos. Com a ajuda de Cunha, foi presidente da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Casa e da CPI da Petrobras no ano passado.

Na avaliação do presidente da Câmara, Motta é um nome governista mais "palatável" à bancada, capaz de roubar votos de Picciani.

Em conversas com aliados, Cunha os orientou a tirar a pauta do impeachment das discussões sobre a liderança. Para ele, se dizer a favor ou contra o impedimento da presidente dificulta a unificação da bancada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos