Processo de impeachment

PT exigirá de Alckmin no dia 18 a mesma proteção em SP do dia 13

Em São Paulo

  • André Lucas Almeida/Futura Press/Estadão Conteúdo

    Mulher aparece com cartazes em defesa do PT durante ato na avenida Paulista, em São Paulo, na terça (8)

    Mulher aparece com cartazes em defesa do PT durante ato na avenida Paulista, em São Paulo, na terça (8)

O PT (Partido dos Trabalhadores) vai exigir do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, a mesma proteção que o Estado está cogitando dar ao ato pró impeachment da presidente da República, Dilma Rousseff, no próximo domingo, 13, ao ato dos petistas marcado para o dia 18. A afirmação é do presidente do PT de São Paulo, Emídio de Souza. Além da manifestação convocado para a sexta, um ato pró-Lula marcado para o dia 13 na praça Roosevelt, em São Paulo, foi transferido para dia 20.

Ele falou com a imprensa na chegada para a reunião da cúpula petista, convocada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em um hotel na Zona Sul da capital paulista. "O PT defende a livre manifestação. Ao contrário, estamos recomendando que não vão ao ato da Avenida Paulista. O nosso ato será no dia 18 de março na própria Avenida Paulista e eu quero inclusive aproveitar para pedir ao governador do Estado que dê ao nosso ato a mesma proteção que está oferecendo ao ato contra Dilma agora", disse Emídio.

O dirigente petista disse que os militantes, dirigentes e parlamentares petistas são agredidos em restaurantes, aeroportos e em aviões o tempo todo. "E nunca vi uma proteção dessa forma. Então nós vamos exigir do governador que dê ao nosso ato a mesma proteção", reiterou, acrescentando que se Alckmin liberar o metrô como das últimas vezes, vai ter que liberar para os petistas também.

Perguntado sobre o que pretendia propor na reunião, Emídio disse que "o encontro foi chamado pelo presidente Lula e ele é quem vai dar o tom, não somos nós", disse. "Espero que os coxinhas não vão ao nosso ato e que o governador do Estado coloque a PM (Polícia Militar) para proteger o nosso ato da mesma forma que está protegendo agora", disse.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos