PMDB aprova José Sarney como presidente de honra sob vaias

  • Divulgação/ Agência Senado

Brasília - O ex-presidente da República José Sarney (AP) recebeu neste sábado, durante a convenção nacional do PMDB, o título de presidente de honra do partido. O anúncio, feito pelo vice-presidente da República e presidente nacional do PMDB, Michel Temer, foi recebido sob vaias de alguns peemedebistas. Apesar de não comentar os pedidos de desembarque imediato do governo, Sarney disse que "mais responsabilidades recaem nos ombros de Temer" neste momento.

"Temer continuará sendo a bandeira e a voz do nosso partido a serviço das causas da liberdade, da democracia e dos direitos sociais", declarou o ex-presidente, que também elogiou a gestão do vice à frente do PMDB. "Temer vem exercendo a presidência do PMDB com moderação, com espírito de diálogo, com um grande e profundo amor ao Brasil e visando sempre contribuir para a governabilidade, para a solução dos problemas nacionais", afirmou.

No início do seu discurso, Sarney destacou que fez um "grande esforço" para comparecer ao encontro do partido. Em janeiro, ele sofreu uma queda em sua residência na Ilha de Curupu, a 20 km da capital, São Luís, e fraturou o ombro e teve escoriações no cotovelo. O ex-presidente está com o braço imobilizado e faz sessões de fisioterapia para se recuperar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos