Randolfe entra com ação para impedir que Senado descumpra decisão do STF sobre Aécio

Isabela Bonfim e Breno Pires

Brasília

  • Jonas Pereira/Agência Senado

    O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP)

    O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP)

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) protocolou um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) para evitar que o Senado descumpra a decisão liminar do ministro Edson Fachin de afastar o senador Aécio Neves (PSDB-MG).

Randolfe teme que, à semelhança do que aconteceu com Renan Calheiros (PMDB-AL), a Mesa Diretora do Senado descumpra a determinação de afastamento.

"Eu considero de uma temeridade quando o Senado admite a possibilidade de não cumprir uma decisão judicial da Suprema Corte. Era só o que faltava, um presidente 'propineiro' e um Senado que não cumpre decisão do Supremo", afirmou o senador.

Aécio Neves foi afastado do Senado; delator agiu a mando da PF para produz provas

De acordo com o parlamentar, a possibilidade de descumprir o afastamento de Aécio começou a ser ventilada entre os senadores na sexta-feira.

O mandado de segurança será analisado pelo ministro do STF José Antônio Dias Toffoli.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos