PUBLICIDADE
Topo

Comissão arquiva processo contra subchefe da Casa Civil

25.11.2016 - O presidente da Comissão de Ética, Mauro Menezes - Alan Marques/ Folhapress
25.11.2016 - O presidente da Comissão de Ética, Mauro Menezes Imagem: Alan Marques/ Folhapress

Carla Araújo

Brasília

31/07/2017 19h06

A Comissão de Ética de Presidência da República decidiu arquivar o processo motivado por uma representação da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) que questionava a atuação do subchefe de Assuntos Jurídicos da Casa Civil, Gustavo do Vale Rocha, em defesa de Marcela Temer.

De acordo com o presidente da Comissão de Ética, Mauro Menezes, o colegiado entendeu, por maioria, "que não houve transgressão ética por parte de Gustavo do Vale Rocha". Segundo Menezes, Rocha não estaria impedido de exercer advocacia privada dessa natureza.

Vale Rocha advogou para a primeira-dama no caso em que um hacker que obteve os dados de Marcela Temer tentou extorqui-la e que chegou a afirmar que iria colocar o nome do presidente Michel Temer "na lama". O governo recorreu à Justiça alegando que o conteúdo no celular da primeira-dama deveria ter o sigilo garantido. O pedido acatado pelo juiz Raposo Filho foi formulado e assinado pelo subchefe de Assuntos Jurídicos da Casa Civil.