Pirelli nega que participará de leilão de Interlagos e contradiz Doria

  • Fábio Vieira/Estadão Conteúdo

    João Doria (PSDB), prefeito de São Paulo

    João Doria (PSDB), prefeito de São Paulo

A multinacional Pirelli publicou uma nota nesta sexta-feira (13) negando interesse em participar do leilão de privatização do Autódromo de Interlagos. Em Milão, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), havia dito que a empresa seria uma das participantes da concorrência. O assunto foi tratado em um café da manhã entre o prefeito e o presidente mundial da multinacional Marco Tronchetti Provera.

Em nota, a Pirelli informou que Provera e Doria tiveram uma reunião "muito produtiva" na manhã desta sexta. Sobre a privatização do autódromo, a empresa disse que apoia a administração municipal na busca de investidores.

"Sobre o projeto da venda do Autódromo de Interlagos para a iniciativa privada, a Pirelli aprecia a iniciativa do prefeito e o apoiará em seus esforços para encontrar investidores, ainda que a empresa não contemple em sua estratégia um envolvimento direto nessa questão, no momento", afirmou em nota a Pirelli.

Após a negativa da empresa, Doria disse nunca ter afirmado que a entrada da Pirelli no pregão estava certa. Ele afirmou que ficou claro o entendimento de que o presidente da Pirelli tem interesse em ajudá-los a motivar os investidores chineses (donos de 30% do negócio) a entrar no leilão.

O prefeito havia afirmado a jornalistas na cidade italiana que a multinacional era uma das interessadas no leilão. "A Pirelli é uma das interessadas na privatização do Autódromo de Interlagos. Vamos ter muito em breve o leilão, que será feito na Bolsa de Valores", disse ele na quinta (12), antes de participar de um jantar com o empresário do Lide, grupo empresarial fundado por ele.

Ainda segundo Doria, "vários grupos e consórcios", além da Pirelli, estariam interessados na privatização do autódromo, que foi classificada por ele como a "blue chip" (jargão do mercado de ações para definir um papel que traz bom rendimentos e é seguro por estar atrelado a uma empresa reconhecida) do pacote de desestatização da cidade que ele vem tentando vender no exterior.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos