Tenente-coronel assassinado no Méier é enterrado com honras militares

Fábio Grellet

Rio

O corpo do tenente-coronel Luiz Gustavo Teixeira, de 48 anos, morto nesta quinta-feira, 26, ao reagir a um assalto no Méier, na zona norte do Rio de Janeiro, foi enterrado com honras militares às 17h15 desta sexta-feira, 27, no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na zona oeste.

Realizada sob intensa emoção, a cerimônia reuniu centenas de colegas das Polícias Civil e Militar do Rio, além de familiares e amigos. Muito abalados, os pais do policial acompanharam o enterro ao lado do comandante da PM do Rio, coronel Wolney Dias, que também ficou bastante emocionado, entre lágrimas.

Teixeira era comandante do 3º Batalhão da PM, no Méier, e foi morto por volta do meio-dia de quinta-feira, quando passava pela Rua Hermengarda, fardado, a caminho do batalhão, em um carro descaracterizado.

Criminosos que estavam no carro imediatamente à frente daquele ocupado por Teixeira tentaram praticar assaltos, e o policial reagiu. Ele foi ferido e, embora socorrido, acabou morrendo no Hospital Municipal Salgado Filho, também no Méier.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos