Cotado para número 2 da Polícia Federal recebeu doação de Temer

Julia Affonso, Fausto Macedo e Fabio Serapião

São Paulo

  • Andre Borges/Folhapress

    Sandro Avelar, cotado para ser o número 2 da Polícia Federal

    Sandro Avelar, cotado para ser o número 2 da Polícia Federal

O presidente Michel Temer, por meio de seu comitê eleitoral, doou, em 2014, R$ 11,6 mil à candidatura a deputado federal do delegado da Polícia Federal (PF) Sandro Avelar pelo PMDB. Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Avelar está cotado pelo novo diretor-geral da instituição, Fernando Segóvia, para o cargo de diretor executivo da corporação, número 2 na hierarquia da PF.

A campanha de Avelar a deputado federal recebeu um total de R$ 460.091,83 em doações. Na lista, além do presidente da República, estão o PMDB do Distrito Federal, construtoras e empresa de combustível. O partido foi responsável por R$ 236 mil da campanha. Avelar se desfiliou da legenda após a disputa. Na eleição, o delegado recebeu 21.888 votos e não se elegeu.

Procurada para comentar o caso, a assessoria da Presidência não respondeu até a conclusão desta edição. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos