PUBLICIDADE
Topo

Secretário-geral do PSDB critica Padilha por excluir partido e provoca sobre reforma

Silvio Torres é deputado federal e secretário-geral do PSDB - Luis Macedo / Câmara dos Deputados
Silvio Torres é deputado federal e secretário-geral do PSDB Imagem: Luis Macedo / Câmara dos Deputados

Daiene Cardoso

Brasília

29/11/2017 19h38

Secretário-geral do PSDB, o deputado Silvio Torres (SP) rebateu nesta tarde de quarta-feira (29) a declaração do ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, de que a legenda já não faz mais parte do governo.

"A declaração é inócua, é desnecessária porque vamos continuar votando matérias importantes", afirmou Torres.

Leia também:

O tucano disse esperar que a base do governo "pela qual o ministro Padilha responde" tenha os votos necessários para somar aos votos que os tucanos vão dar para a reforma da Previdência. "O PSDB vai continuar na mesma linha de apoio às reformas", destacou.

O deputado também comentou o discurso do ministro sobre não haver espaço para acatar as propostas do PSDB. "Para você encerrar a negociação, você tem que estar garantido que tem votos suficientes para aprovar", ironizou.