Taxista é encontrado morto dentro de seu carro em Perdizes, em SP

Bruno Ribeiro

Um taxista foi encontrado com um ferimento causado por faca na Rua João Ramalho, em Perdizes, zona oeste de São Paulo, por volta das 19 horas desta sexta-feira, 29. Ele morreu antes de que pudesse receber atendimento médico. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso.

Segundo informa a Secretaria Estadual da Segurança Pública, Sandoval Romão da Silva, de 57 anos, estava sentado no banco do motorista de seu táxi, um Renault Logan, mas com o corpo virado para o banco do passageiro, quando foi avistado por um estudante de 22 anos que caminhava na rua. O rapaz contou a polícia que imaginou que o taxista pudesse estar passando mal, e ao tentar ajudá-lo viu o ferimento.

A primeira equipa da Polícia Militar que chegou ao local tentou colocar Silva, ainda vivo, em uma viatura, para que fosse levado ao pronto-socorro, mas o taxista morreu antes. O caso foi registrado no 91º Distrito Policial (Ceagesp), unidade que faz plantão na área do crime.

As primeiras equipas da polícia que estiveram no local encontraram uma faca e há suspeita de que tenha sido a arma usada para o assassinato.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos