Tiroteios após intervenção no Rio sobem de 1.299 para 1.502, diz observatório

Roberta Jansen

Rio

Com o título "À Deriva: sem programa, sem resultado, sem rumo", o Observatório da Intervenção Militar no Rio de Janeiro, da Universidade Cândido Mendes, divulgou nesta quinta-feira, 26, o seu primeiro relatório, mostrando que os tiroteios aumentaram na cidade após a chegada dos militares.

Segundo o relatório, o número de tiroteios subiu de 1.299 nos dois meses antes da Intervenção para 1.502 nos dois meses de ocupação. Durante os dois meses de intervenção foram registradas 294 mortes e 193 feridos, informou o relatório da Cândido Mendes.

O levantamento aponta que, em 70 operações monitoradas entre 16 de fevereiro e 16 de abril, onde foram empregados 40 mil homens, apenas 140 armas foram apreendidas, sendo que vinte e cinco pessoas morreram.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos