Centenas de passageiros se aglomeram em filas no aeroporto de Brasília

André Borges

Brasília

Centenas de passageiros se aglomeram nesta tarde de sexta-feira, 25, em filas no aeroporto de Brasília por causa do cancelamento de voos em razão da falta de combustível. Ainda não há informações sobre direcionamento dos passageiros para outros voos. O que tem sido feito pelos atendentes é o envio de passageiros para hotéis de Brasília, até que a situação se normalize.

Na fila das prioridades, estão famílias como a de Débora Coelho, que viajaria com a filha de três anos e o marido para Recife por volta de 12h. "Falaram que vão nos enviar para um hotel. Mas já vieram avisar que as vagas acabaram. Não sabemos mais nem onde vamos dormir hoje", disse.

A falta de resposta também preocupa Rosângela Cecília Silva, artesã, que seguiria para João Pessoa (PB). "Sou a favor da greve, acho um absurdo o valor do combustível. O que acho é que o aeroporto deveria estar mais preparado para isso. Quem paga o preço somos nós", disse.

Desde a manhã de hoje, a Inframerica comunicou que as reservas de querosene de aviação no aeroporto de Brasília estavam esgotadas e que os aviões que pousassem no terminal e necessitassem de abastecimento ficariam no solo até que a situação fosse normalizada. Até o momento, onze voos já foram cancelados, sendo seis que partiriam da capital federal e cinco que chegariam de outros locais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos