PSD caminha para oficializar apoio a Alckmin, diz Kassab

Daniel Weterman

São Paulo

O PSD caminha para sacramentar o apoio à pré-candidatura do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) nas eleições presidenciais. De acordo com o ministro de Ciência e Tecnologia e presidente licenciado da legenda, Gilberto Kassab, há um "sentimento" para a consolidação da aliança.

"Meu sentimento é que o caminho é para uma aliança, na maioria do partido, com o ex-governador Geraldo Alckmin", disse Kassab, após participar do anúncio de apoio do PRB à pré-candidatura do ex-prefeito da capital paulista João Doria (PSDB) ao governo de São Paulo. No Estado, reduto eleitoral de Alckmin, o PSD já manifestou apoio à pré-candidatura de Doria.

O líder do PSD se referiu a uma consulta que está em fase de conclusão entre os líderes do partido. O apoio a Alckmin, destacou, deve ser resultado da soma de uma identificação programática com alianças regionais.

Kassab admite que Alckmin deveria estar melhor nas pesquisas de intenção de voto, mas diz que no momento isso não é condição para a vitória do tucano. Ele cita que foi reeleito como prefeito de São Paulo após começar a campanha com 3% das intenções de voto, em 2008, mesma situação de João Doria ao entrar na disputa de 2014. Na ocasião, Kassab disputou com Alckmin a Prefeitura. "Não que não fosse positivo se tivesse um número maior, mas isso não é condicionante e nem impeditivo para uma vitória", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos