Bolsonaro diz que já mandou 'cartinha de amor' para Malta ser seu vice

Daniel Weterman

São Paulo

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ), pré-candidato à Presidência da República, disse nesta quinta-feira, 31, que ainda sonha com o senador Magno Malta (PR-ES) como vice em uma chapa na disputa presidencial.

Após participar da Marcha para Jesus, em São Paulo, onde foi tanto vaiado como aplaudido, o parlamentar afirmou que tem mandando "cartinha de amor" para Malta.

"Já mandei cartinha de amor para ele", disse Bolsonaro, afirmando que o senador é seu "vice dos sonhos" também pelo fato de Magno Malta ser evangélico.

O deputado destacou que tem uma aproximação "enorme" com a bancada evangélica. Ele ainda disse que não existe a possibilidade de o empresário Josué Alencar, filiado ao mesmo partido que Malta, ser seu vice.

Após defender os caminhoneiros que participaram da greve da categoria e na sequência dizer que a paralisação precisaria acabar, o deputado reforçou que nunca defendeu uma intervenção militar, em referência à presença das Forças Armadas no fim da greve.

"Nunca falei a palavra intervenção militar. Se um dia um militar chegar ao poder, será através do voto", declarou, dizendo ser ele próprio um exemplo da possibilidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos