Cuba e EUA assinam acordo e retomarão voos comerciais nos próximos meses

Em Nova York

  • Mel Evans/AP/Arquivo

    Companhia United Airlines é uma das interessadas em fazer a rota EUA-Cuba

    Companhia United Airlines é uma das interessadas em fazer a rota EUA-Cuba

Os governos de Estados Unidos e Cuba assinaram nesta terça-feira (16) um acordo histórico que permite a retomada de voos comerciais entre as duas nações, informou o Departamento de Transportes norte-americano.   

O acordo foi assinado pelos secretário dos Transportes dos EUA, Anthony Foxx, e seu colega cubano, Adel Yzquierdo Rodriguez, em um hotel em Havana.   

"Hoje é um dia histórico para as relações entre Havana e Washington", destacou Foxx. "Representa um marco histórico" nas relações bilaterais, concluiu.   

O anúncio é um dos mais importantes desde que os países anunciaram a retomada de relações em dezembro de 2014, após mais de 50 anos de desavenças políticas.   

Com o avanço diplomático, companhias aéreas devem retomar a rota, interrompida há décadas, nos próximos meses.

Empresas como American Airlines, Delta Airlines, United Airlines, JetBlue e Southwest já expressaram seu interesse. Atualmente, norte-americanos e cubanos que precisam ir a Cuba viajam em aviões fretados, que são, além de caros, muito difíceis de agendar. Além disso, as viagens precisam ser coordenadas com agentes do governo dos EUA.

A medida deve ajudar uma das maiores fontes de renda da ilha, o turismo.  Calcula-se que 160 mil turistas norte-americanos visitaram Cuba apenas no ano passado. Além disso, milhares de cidadãos cubano-americanos poderão visitar seus familiares com mais facilidade. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos