Quem pode tirar o Oscar de Leonardo DiCaprio?

Francesca Pierloni ROMA, 25 FEV (ANSA) - Um dos momentos mais esperados da cerimônia do Oscar 2016 certamente será descobrir se, na categoria de Melhor Ator, Leonardo DiCaprio finalmente conseguirá colocar as mãos na famosa estatueta com a sua performance no filme "O Regresso", de Alejandro González Iñárritu.   


No entanto, como na edição passada do evento, não faltam adversários fortes que têm grandes chances de ganhar o prêmio.   


Os outros quatro candidatos desse ano são Michael Fassbender, Bryan Cranston, Matt Damon e Eddie Redmayne.   


Confira mais sobre os indicados: Leonardo DiCaprio - Nascido em 1974, o ambientalista convicto e "menino prodígio" conseguiu se tornar um sex symbol rapidamente sendo protagonista de filmes como "Titanic" e "Romeu + Julieta" no começo de sua carreira. Sua versalidade lhe rendeu, em, poucos anos, grandes papéis de vários cineastas renomados, como Martin Scorsese, Steven Spielberg, Baz Luhrmann, Clint Eastwood e Quentin Tarantino.   


O ator volta a concorrer a categoria da premiação depois de ter perdido há dois anos com "O Lobo de Wall Street" e de ter sido o vencedor das últimas edições do Bafta, do Globo de Ouro e do Screen Actor Guild Award por sua interpretação em "O Regresso". Michel Fassbender - "Não gosto muito de falar sobre como eu recito alguma coisa. Tantas vezes eu não sei o que está acontecendo", responde Fassbender quando perguntam o segredo para suas atuações tão diferentes. Versátil, o artista deu vida ao vilão Magneto da saga "X Men"; ao psiquiatra Carl Gustav Jung em "Um Método Perigoso", de David Cronenberg; ao tenente Archie Hicox em "Bastardos Inglórios", de Quentin Tarantino; e participou de "Shame" e "12 Anos de Escravidão", ambos de Steve McQueen. O segundo longa lhe rendeu a sua primeira indicação ao Oscar, dessa vez, no entanto, como ator coadjuvante. Nesta edição da premiação, o ator irá concorrer por "Steve Jobs", de Danny Boyle. Eddie Redmayne - No ano passado, o britânico de 33 anos conquistou o Oscar na mesma categoria por sua atuação extraordinária como Stephen Hawking, em "A Teoria de Tudo", longa de James Marsh. Já em 2016, o ator volta na competição com mais um papel difícil, o de Einar Wegener, pintor dinamarquês que se torna a primeira mulher transgênera a trocar de sexo com uma cirurgia no filme "A Garota Dinamarquesa", de Tom Hooper.   


Matt Damon - O ator norte-americano venceu seu primeiro Oscar em 1998, por "Gênio Indomável". O prêmio, no entanto, não foi pela sua atuação, mas sim pelo Melhor Roteiro Original feito em parceria com Ben Affleck. A sua terceira indicação como intérprete chega com o papel de Mark Watney, astronauta que foi deixado em Marte por que parecia estar morto, mas que consegue sobreviver em "Perdido em Marte", de Ridley Scott. Damon é o único dos cinco indicados que interpreta um personagem fictício.   


Bryan Cranston - Grande parte das pessoas conheceu o talento de Cranston com seu papel icônico de Walter White, da série de televisão "Breaking Bad", um professor de química norte-americano que, ao descobrir que tem um câncer terminal, começa a ajuntar dinheiro para sua família produzindo e vendendo metanfetamina.   


Mas o ator, de 59 anos, antes de ter conseguido esse papel teve uma carreira como ator coadjuvante que o ajudou a ser indicado ao Oscar com "Trumbo", de Jay Roach. O longa conta a história de Dalton Trumbo, famoso roteirista que se negou a testemunhar em uma comissão parlamentar de inquérito nos Estados Unidos que averiguava se havia comunistas na indústria cinematográfica de Hollywood. (ANSA)Conheça os candidatos ao Oscar de Melhor Ator deste ano
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos