Morre o ator Gene Wilder, o eterno 'Willy Wonka'

WASHINGTON, 29 AGO (ANSA) - Aos 83 anos, morreu o ator norte-americano Gene Wilder, vítima de complicações do mal de Alzheimer. A data exata do falecimento, que ocorreu neste mês de agosto, em Stanford (EUA), não foi divulgada, mas a notícia chegou à imprensa apenas nesta segunda-feira (29).   


Estrela da primeira versão do filme "A fantástica fábrica de chocolate", de 1971, Wilder se eternizou na pele do lendário Willy Wonka. Contudo, seu primeiro papel marcante foi em 1967, como ator coadjuvante no longa "Primavera para Hitler", do diretor Mel Brooks, de quem era o ator preferido.   


"Cegos, surdos e loucos" (1989) e "Loucos de dar nó" (1980) são outros filmes em que Wilder se destacou. Além de ator, ele também era produtor, diretor e foi indicado duas vezes ao Oscar durante sua carreira. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos