Acidente em usina elétrica deixa mais de 60 mortos na China

PEQUIM, 24 NOV (ANSA) - Ao menos 67 pessoas morreram nesta quinta-feira (24) após a queda de uma plataforma de construção em uma usina de carvão no centro da China.   

De acordo com a agência estatal Xinhua, o acidente aconteceu no inicio da manhã local e foi causado pela quebra da plataforma de construção de uma torre de resfriamento da central elétrica de Fengcheng, província de Jiangxi. Segundo as autoridades, o número de pessoas atingidas ainda é incerto. Equipes de emergência tentam resgatar as vítimas que estão presas por conta do desmoronamento.   

No local, estão mais de 30 caminhões de bombeiros, 200 militares, nove cães treinados e dois drones, informaram os bombeiros. De acordo com a site local, "China Jiangxi Online", no momento do acidente havia 68 pessoas trabalhando.   

A central estava sendo ampliada desde julho de 2015, com o objetivo de construir dois geradores adicionais de 1.000 MW cada, para serem entregues até o final de 2017 e início de 2018.   

Este não é o primeiro acidente de trabalho que acontece em instalações industriais na China. Em agosto, um oleoduto em uma central elétrica a carvão explodiu na província de Hubei e deixou 21 mortos. Segundo dados oficiais, somente em 2015, foram registrados 281 mil acidentes de trabalho, com mais de 66 mil mortos. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos