Com menor público, atos contra corrupção ocorrem em todo país

SÃO PAULO, 27 MAR (ANSA) - Milhares de pessoas se reuniram neste domingo (26), em diversas cidades do país, para se manifestarem a favor da Operação Lava Jato e contra a impunidade da classe política. O ato foi convocado pelas mesmos grupos que organizaram as passeatas a favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. No ano passado, as organizações chegaram a reuniram mais de três milhões de pessoas em todo o Brasil.   


O Congresso Nacional foi eleito pelos líderes do Movimento Brasil Livre (MBL) como alvo principal das manifestações. Entre outras coisas, eles são contra a anistia ao caixa dois e a criação de uma nova fonte de campanha. De acordo com o Vem Pra Rua, os protestos foram convocados para 103 cidades brasileiras.   


Em São Paulo, a concentração aconteceu na Avenida Paulista. O ato teve início por volta das 14h e terminou antes das 18h. Já na capital carioca, as pessoas começaram a se reunir às 10h, na praia de Copacabana, e terminou por volta das 13h.   


Em Brasília, o protesto começou por volta das 10h, mas já tinha sido encerrado antes mesmo do meio-dia - reunindo cerca de 600 pessoas apenas.   


Segundo os organizadores, foram cerca de 55 mil pessoas nas ruas até às 19h. A Polícia Militar (PM) estimou cerca de 20 mil no total. Algumas capitais, como São Paulo e Belo Horizonte não tiveram contagem de público. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos