Rio reabre processo de pichação de Justin Bieber

SÃO PAULO, 30 MAR (ANSA) - No mesmo dia em que realizou seu primeiro show no Brasil após anos longe do país, o cantor canadense Justin Bieber foi citado por determinação do juiz da 34ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, Rudi Baldi Leowenkron, nesta quarta-feira, dia 29. Proposta pelo Ministério Público do estado do Rio, a ação contra o astro pop foi aberta depois que o artista foi flagrado pichando o muro do Hotel Nacional, em São Conrado, em 2013. Na época, Bieber também estava fazendo uma turnê no Brasil, alvo de várias polêmicas. O canadense está no Brasil desde esta quarta para realizar três shows da sua turnê mundial "Purpose". O primeiro deles aconteceu no Rio de Janeiro e reuniu milhares de fãs e celebridades, como a cantora Anitta, na Praça da Apoteose. As outras duas apresentações acontecerão no dia 1 e 2 de abril em São Paulo. Por um caso semelhante, um juiz da Argentina emitiu um mandato de prisão internacional contra o cantor, que não compareceu a uma audiência em Buenos Aires sobre a agressão de um fotógrafo argentino por um dos seguranças de Bieber também em 2013. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos