'2017 pode ser ano da derrota do EI', diz Gentiloni

ROMA, 20 ABR (ANSA) - O primeiro-ministro da Itália, Paolo Gentiloni, disse nesta quinta-feira (20) que acredita que 2017 pode "ser o ano da derrota do Estado Islâmico". O premier está em Washington para um encontro oficial com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. "Este pode ser o ano da derrota do Estado Islâmico", disse Gentiloni, que já foi ministro das Relações Exteriores da Itália, em uma palestra no think thank Center for Strategic and Internacional Studies (CSIS). (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos