EUA anuncia envio de mais 1,5 mil soldados para Afeganistão

NOVA YORK, 28 ABR (ANSA) - O governo dos Estados Unidos anunciou que enviará mais 1,5 mil soldados para o Afeganistão, informou o escritório de relações públicas do Exército norte-americano nesta sexta-feira (28).   

A declaração diz que os militares da Primeira Brigada do contingente vão operar em zona de batalha. Atualmente há 8,5 mil soldados na região para "aconselhar, treinar e ajudar nas missões, incluindo anti-terrorismo e apoio aéreo" para as forças de segurança locais. Na última quinta-feira (27), dois soldados norte-americanos morreram no leste do Afeganistão, quando perseguiam extremistas filiados ao grupo jihadista Estado Islâmico (EI).   

Nesta manhã, os Talibãs anunciaram o início de sua "ofensiva de primavera", que neste ano terá o nome de "Operação Mansuri", em homenagem ao seu antigo líder, o mulá Akthar Mansur, e que estará centra contra as forças estrangeiras.   

"Os principais alvos da Operação serão as força estrangeiras, suas infraestruturas militares e de informação, e a eliminação de seus mercenários locais", revelou o grupo em um comunicado.   

Além disso, o grupo ainda convocou seus partidários a realizar ataques suícidas, ataques complexos e operações "de dentro". Ao todo, cerca de 12 mil soldados das forças ocidentais estão mobilizados no Afeganistão sob o mandato da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), que lançou a "Operação Resolute Support" após a retirada de grande parte das forças estrangeiras, no fim de 2014, para formar e apoiar as forças afegãs. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos