Itália acusa Amazon de evadir 130 milhões de euros no país

MILÃO, 28 ABR (ANSA) - O Núcleo da Polícia tributária da Guarda de Finanças (GdF) de Milão acusa o colosso norte-americano Amazon de cometer o crime de evasão fiscal, entre os anos de 2009 e 2014, de 130 milhões de euros.   

O valor foi descoberto após uma investigação da Procuradoria de Milão, aberta há cerca de um ano, que começou a analisar o caso após uma revelação de fraude em outros países europeus.   

Os procuradores Adriano Scudieri e Francesco Greco apontaram um crime de omissão nas declarações de renda e os investigadores se concentraram nas atividades da filial de Luxemburgo da empresa.   

O caso é semelhante ainda a que outras gigantes da tecnologia, como Apple e Google, na Itália.   

Em nota, a empresa norte-americana informou que "paga todos os impostos devidos em todos os países em que opera". "Os impostos da sociedade estão baseados no lucro, e não nas receitas, e nossos lucros tem sido baixos pela sequência de investimentos e do fato que o business retail é altamente competitivo e oferece margens baixas", disse em comunicado. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos