Terrorista de Manchester teria se radicalizado na Líbia

MANCHESTER, 25 MAI (ANSA) - O terrorista Salman Abedi, autor do ataque suicida da última segunda-feira (22) em Manchester, teria se radicalizado na Líbia, país do norte da África com forte atuação do grupo jihadista Estado Islâmico (EI).   

A informação foi passada à ANSA por fontes da comunidade líbia na cidade britânica, colocando em dúvida a hipótese de que Abedi, cuja família é originária da nação africana, teria se convertido ao EI no Reino Unido.   

Na última quarta (24), a milícia Rada, que controla a segurança em Trípoli, capital da Líbia, já havia detido o irmão mais novo do terrorista, Hashem Abedi, que, de acordo com o grupo, confessou que ele e Salman juraram fidelidade ao Estado Islâmico.   

Além disso, a rede norte-americana "CNN", citando fontes da inteligência dos Estados Unidos, publicou que o suicida provavelmente foi treinado pelo EI na Síria nos meses anteriores ao ataque.   

Um indício dessa hipótese seria uma suposta passagem de Abedi pelo aeroporto internacional Ataturk, em Istambul, na Turquia, que faz fronteira com o país árabe, em 18 de maio - Istambul também pode ter sido escala de uma viagem de volta da Líbia, como o terrorista já havia feito algumas vezes antes. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos