FCA nega ter agido para obstruir Justiça francesa

TURIM, 23 OUT (ANSA) - O grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA) afirmou nesta segunda-feira (23) que está colaborando com a Justiça da França sobre o escândalo do "dieselgate", que investiga ações de montadoras para fraudar controles ambientais em veículos movidos a diesel.   

"A FCA France colaborou com os inquéritos das autoridades competentes e o continuará fazendo no futuro. Em particular, a FCA está colaborando com as autoridades judiciárias francesas no mérito desse caso específico", diz um comunicado da empresa.   

A Fiat Chrysler se pronunciou após o jornal francês "Le Monde" ter publicado que a companhia é suspeita de ter agido para "obstruir" as investigações sobre o "dieselgate". Segundo o diário, a montadora mostrou "reticência" em ajudar os serviços de repressão a fraudes, entre maio de 2016 e janeiro de 2017.   

"A FCA não pode fazer mais comentários porque não teve acesso ainda ao inquérito e aos fatos. A FCA espera ter a oportunidade de rebater tais contestações e tem confiança de que a questão será esclarecida no tempo devido", acrescenta a nota. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos