Macron apresentará plano de 'segurança sexual' para mulheres

PARIS, 23 NOV (ANSA) - O presidente francês, Emmanuel Macron, deve apresentar no próximo sábado (25) um projeto de "segurança sexual" para evitar crimes contra mulheres. De acordo com a emissora BFM-TV, o projeto é constituído de medidas de prevenção de violência, assédio e abuso sexual. "O governo ptetende mudar a sociedade e os comportamentos", disse uma fonte do Palácio do Eliseu.   

O plano será apresentado no Dia Internacional da Não-Violência contra a Mulher, em 25 de novembro. Uma das primeiras medidas promovidas pelo governo francês será a exibição de uma campanha televisiva de conscientização. Nas escolas, haverá uma operação de sensibilização contra pornografia e assédio. Para as vítimas, Macron proporá mudanças na forma como são feitas as denúncias. As mulheres poderão formalizar suas queixas em canais de atendimento on-line, evitando que tenham de se deslocar para delegacias ou postos de atendimento.   

Macron também avalia alterar o processo de "colheita de provas físicas" de abusos, de maneira que as constatações possam ser feitas sem a necessidade de existir uma queixa policial ou processo judicial em curso. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos