Itália sedia jogo para alertar sobre violência contra mulher

ROMA, 24 NOV (ANSA) - Com a participação de diversos ex-jogadores e artistas, foi realizado nesta quinta-feira (23) no distrito de Ostia, em Roma, uma partida de futebol em homenagem a Sara Di Pietrantonio e todas as mulheres que foram vítimas de feminicídio.   


O jogo solidário aconteceu no Centro Esportivo Longarina, escola de futebol do ex-jogador e atualmente dirigente da Roma, Francesco Totti. O ídolo giallorosso também deu o pontapé inicial da partida.   


"A esperança é que as coisas mudem e nunca mais aconteça episódios como aqueles que envolveram Sara. O meu apelo é tentar mudar a mentalidade das pessoas que são protagonistas da violência contra as mulheres", afirmou Totti.   


Para a mãe de Di Pietrantonio, Concetta Raccuia, mais importante que homenagear sua filha, é "conscientizar as pessoas" contra o feminicídio na Itália, que aumentou entre janeiro e novembro deste ano.   


Sara Di Pietrantonio, morreu em 2016, aos 22 anos. O responsável pelo crime foi o ex-namorado Vincenzo Paduano, que não aceitou o fim do relacionamento e assassinou a jovem. Ele pegou a pena de prisão perpétua pelo crime. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos