PUBLICIDADE
Topo

Itália aprova lei que permite Malagò ampliar mandato no Coni

22/12/2017 11h45

ROMA, 22 DEZ (ANSA) - Com 130 votos a favor, o Senado da Itália aprovou nesta sexta-feira (22) o projeto de lei que poderá estender o mandato de Giovanni Malagò como presidente do Comitê Olímpico Italiano (Coni) até 2025.   


A aprovação do projeto faz com que Malagò possa cumprir seu terceiro mandato à frente da entidade que lidera o esporte olímpico italiano. A medida causou muita polêmica no país, principalmente entre os membros do partido opositor Movimento 5 Estrelas (M5S).   


"É um texto apressadamente aprovado sob às pressões do Coni", denunciou a senadora Rosetta Enza Blundo, do M5S.   


Além disso, Blundo responsabilizou a gestão de Malagò pela "incrível expulsão da seleção italiana de futebol da Copa do Mundo".   


O projeto "DDL Malagò" já havia sido aprovado pelo Palazzo Madama e modificado pela Câmara dos Depitados. Na votação, recebeu 130 votos a favor, 38 contras e cinco abstenções.   


Além do Coni, os presidentes de qualquer entidade ligada ao esporte poderão ter, no máximo, três mandatos.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.