Baggio processa líder de ONG por publicação ofensiva na web

PÁDUA, 20 FEV (ANSA) - O ex-jogador Roberto Baggio abriu nesta segunda-feira (19) em Pádua, na Itália, um processo pelas ofensas recebidas do líder da associação de direitos dos animais "100% Animalisti", Paolo Mocavero.   


No entanto, apesar de Baggio marcar presença no tribunal, o juiz adiou a audiência para o dia 18 de junho.   


Baggio é um amante da caça, e a ONG "100% Animalisti" realizou duras críticas contra o ex-jogador. Em uma delas, segundo o atleta, a associação espalhou cartazes ofensivos em sua cidade natal, Caldogno.   


No entanto, a gota d'água para Baggio foi por conta de uma publicação nas redes sociais feita em 2016, o que gerou o processo por difamação pela internet.   


"Baggio tem a coragem de se definir budista e gostar de caçar, ele não conhece o significado de algumas palavras indo para o exterior para as infames viagens da morte", escreveu a ONG em uma publicação.   


Considerado um dos maiores jogadores italianos de todos os tempos, Baggio é ídolo em grande parte dos clubes em que atuou, como Bologna, Brescia, Fiorentina, Juventus e Vicenza. O ex-atleta de 51 anos ainda tem passagens por Milan e Inter de Milão.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos