PUBLICIDADE
Topo

Pirelli investirá 250 milhões de euros na América Latina

22/03/2018 13h54

SÃO PAULO, 22 MAR (ANSA) - A fabricante italiana de pneus Pirelli anunciou nesta quinta-feira (22) investimentos de mais de 250 milhões de euros (mais de R$ 1 bilhão, pela cotação atual) na América Latina ao longo dos próximos três anos.   


O valor faz parte do plano industrial da empresa para o período 2017-2020 e foi anunciado pelo CEO mundial e vice-presidente executivo da Pirelli, Marco Tronchetti Provera, durante a apresentação de uma fábrica "4.0" em Feira de Santana (BA).   


Essa quantia será destinada à modernização das instalações produtivas na América Latina e ao desenvolvimento dos produtos "high value" - parte da produção "standard" será inclusive convertida para o segmento de alta performance.   


Segundo a Pirelli, os investimentos permitirão satisfazer a demanda por pneus de "alto de gama" nos mercados locais e no Nafta, área de livre comércio que reúne Canadá, Estados Unidos e México. Nos últimos anos, a empresa já havia investido cerca de 250 milhões de euros na América Latina, que hoje responde por 17% da receita total do grupo (915,7 milhões de euros em 2017, de um total de 5,35 bilhões de euros).   


A Pirelli possui cinco fábricas no subcontinente, sendo que a de Feira de Santana é a mais recente. Construída em 1976 e ampliada em 2003, a unidade se transformou no primeiro polo tecnológico "4.0" da companhia na América Latina, com novos processos digitalizados e o uso de tecnologias avançadas para aumentar a eficiência da produção.   


"A América Latina sempre foi uma área chave para a Pirelli. No Brasil, particularmente, possuímos uma presença quase centenária, uma notoriedade extraordinária da marca e um conhecimento do mercado que nos permite captar as tendências dos consumidores e oferecer os produtos mais adequados às suas exigências em todos os segmentos do mercado. Os investimentos anunciados hoje permitirão melhorar ainda mais os padrões de produção das fábricas locais, em linha com a estratégia global high value da Pirelli e com a transformação digital, que é parte integrante dessa estratégia e representa um elemento imprescindível de competitividade", declarou Tronchetti Provera.   


"A Pirelli inaugura uma nova fase na América Latina, com a introdução de novas tecnologias, processos e maquinário avançados, que permitirão à empresa atender à crescente demanda por produtos de elevado conteúdo tecnológico, já presente no mercado, especialmente nas montadoras já instaladas na região.   


Graças à transformação digital das fabricas e ao foco nos produtos de alto de gama, a Pirelli poderá reforçar ainda mais a própria liderança no mercado da América Latina e do Brasil, onde há anos somos considerados pelo prêmio Top of Mind como a marca mais reconhecida em todo o setor", declarou Paul Hembery, vice-presidente sênior da Pirelli para a América Latina.   


No Brasil, o projeto do high value teve início em 2016. A primeira parte foi desenvolvida principalmente em Feira de Santana, que será seguida pela fábrica de Campinas. Na América Latina, o high value é representado pela produção de todos os tipos de pneus do segmento, com exceção dos modelos Prestige e Velo.   


Após o processo que levou à separação da unidade de negócios de pneus Industrial, a Pirelli atualmente se concentra no mercado voltado ao consumidor final, com um posicionamento de destaque no segmento high value, formado por pneus de alta performance. Em 2017, o setor representou 57,5% das receitas da Pirelli no mundo, com um objetivo de atingir 63% até 2020. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.