Governo prorroga prazo para venda da Alitalia até outubro

ROMA, 26 ABR (ANSA) - O governo da Itália aprovou nesta quinta-feira (26) o decreto que prorroga o prazo final para a venda da Alitalia, maior companhia aérea do país, até o fim de outubro.   

A medida foi firmada pelo primeiro-ministro demissionário Paolo Gentiloni e tem como objetivo dar tempo para o futuro governo, ainda não definido, avaliar as propostas pela compra da empresa.   

Além disso, Roma ampliou o prazo para o pagamento do empréstimo-ponte de 900 milhões de euros de 30 de setembro para 15 de dezembro de 2018. O dinheiro foi repassado à Alitalia para garantir sua liquidez e será devolvido ao governo após a venda da companhia.   

"Está claro que agora é preciso entrar em uma fase de negociações mais restritas, que pressupõe que haja um novo governo que tenha a possibilidade de expressar sua própria orientação", afirmou o ministro do Desenvolvimento Econômico, Carlo Calenda.   

Entre os interessados pela Alitalia, que está sob intervenção do governo nacional, se incluem a alemã Lufthansa e a britânica EasyJet. Atualmente, as ações da empresa são divididas entre a holding Compagnia Aerea Italiana (CAI), com 51%, e o grupo árabe Etihad Airways, com 49%. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos