Em meio a impasse, líder do M5S tem reunião Mattarella

ROMA, 30 MAI (ANSA) - O primeiro-ministro encarregado da Itália, Carlo Cottarelli, voltou nesta tarde (30) ao Palácio do Quirinale para uma reunião com o presidente Sergio Mattarella. Cottarelli esteve pela manhã com o presidente, ocasião em que disse estar disposto a renunciar ao cargo caso os partidos italianos cheguem a um acordo para formar um governo político. O premier encarregado foi designado no último domingo por Mattarella para tentar resolver o impasse de criar um novo gabinete na Itália. Mas, de acordo com informações de bastidores, os partidos políticos italianos estariam perto de chegar a um acordo.   

Antes de Cottarelli, esteve no Quirinale o líder do Movimento 5 Estrelas (M5S), Luigi di Maio. Fontes locais dizem que ele estaria articulando novamente um novo governo.   

A legenda tinha feito um tratado com a coalizão de direita comandada pela Liga Norte, de Matteo Salvini, para formar seu próprio governo, mas o projeto foi para os ares quando Mattarella recusou o nome de Paolo Savona, um crítico da União Europeia, ao Ministério da Economia. A decisão gerou revolta da Liga Norte e do M5S, que chegaram a falar em pedir o impeachment do presidente, mas voltaram atrás.   

Agora, a Liga Norte, de tendência nacionalista, diz que não está disposta a negociar um novo gabinete. Segundo Salvini, ou Mattarella aceita a lista de ministros já apresentada, incluindo Savona, ou o partido pedirá eleições antecipadas. Pesquisas de intenção de voto apontam que um novo pleito favoreceria a coalizão de centro-direita que incluiu a Liga Norte e o partido do ex-premier Silvio Berlusconi, o Força Italia (FI). (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos