PUBLICIDADE
Topo

Internacional

FBI faz busca na casa de pai de atirador de Jacksonville

27/08/2018 08h46

SÃO PAULO, 27 AGO (ANSA) - Agentes armados do FBI realizaram na noite do último domingo (26) uma operação de busca na casa do pai de David Katz, jovem de 24 anos que matou duas pessoas em um torneio de videogame em Jacksonville, na Flórida (EUA), e depois se suicidou.   

Outras 11 pessoas ficaram feridas no tiroteio, cujas causas ainda estão sendo investigadas. A residência fica em Baltimore, Maryland, mas o porta-voz do FBI, Dave Fitz, não deu mais detalhes sobre a investigação.   

A polícia trata Katz como o único suspeito de ter iniciado os disparos e acredita que ele tenha se matado. O tiroteio ocorreu durante um torneio de Madden NFL 19, popular jogo de futebol americano, que acontecia em um bar do centro comercial Jacksonville Landing.   

Um vídeo do streaming de uma das partidas flagrou o momento dos disparos. Na gravação, é possível ouvir ao menos 12 tiros e ver um ponto vermelho que aparenta ser uma mira a laser no peito de um dos jogadores.   

Sempre ativo no Twitter, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ainda não comentou a tragédia na rede social. Segundo a imprensa local, suspeita-se que os tiros tenham sido disparados por causa de uma briga referente ao campeonato de videogame.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional