PUBLICIDADE
Topo

Aos 20 anos, brasileiro se destaca no time B da Juventus

23/10/2018 14h29

SÃO PAULO, 23 OUT (ANSA) - Por Renan Tanandone - Se Cristiano Ronaldo é o grande destaque da Juventus na Série A, um brasileiro está chamando atenção na terceira divisão do futebol italiano pelo seu desempenho no time B da Velha Senhora.   


Com 20 anos e passagens por Corinthians, Empoli e Paraná, Matheus Pereira é o principal nome da Juventus B, segundo time do tradicional clube bianconero e que disputa pela primeira vez desde a temporada 1933/34 a Série C do Campeonato Italiano.   


A entrada da Juventus B no torneio foi alvo de polêmica, mas as falências de alguns clubes que disputaram a terceira divisão na temporada passada, como Reggiana e Mestre, abriram as portas para os bianconeri.   


Em entrevista exclusiva à ANSA, o camisa 10 comentou que é "importante" a presença de um time B nas divisões inferiores do futebol italiano, já que é uma opção para os jovens jogadores "chegarem ao profissional já adaptados".   


Na oitava rodada do grupo A da Série C, a Juventus B está na quinta colocação, com 11 pontos conquistados. Matheus atuou em todas as partidas e anotou cinco gols. O jovem meia-atacante é o artilheiro de sua equipe e está a somente dois tentos dos experientes atacantes Giuseppe Caccavallo e Francesco Tavano, ambos do Carrarese e que lideram a estatística.   


Em agosto, o jornal "Tuttosport" colocou o brasileiro ao lado de Kylian Mbappé, do Paris Saint-Germain, e Vinícius Júnior, do Real Madrid, como um dos 80 indicados ao prêmio Golden Boy, que premia o melhor jogador com menos de 21 anos de idade.   


Aproveitando a boa fase, Matheus já mira uma vaga na equipe principal da Juventus e revelou ter recebido elogios do técnico Massimiliano Allegri. "O Allegri me elogiou bastante em algumas matérias, ele é um treinador a quem sou muito grato, porque ele vem me dando muita confiança para jogar com tranquilidade e fazer aquilo que sei", explicou o atleta.   


"Fiz a pré-temporada com o time principal, e eles falaram da equipe B, que tinha um projeto bom. Eu vi com bons olhos e resolvi permanecer, mas sempre que posso estou treinando com o primeiro time. Fazendo minha parte aqui, consequentemente vou ter uma chance no principal", afirmou Matheus.   


Homem de confiança do técnico Mauro Zironelli, o meio-campista falou também de Cristiano Ronaldo, com quem diz ter contato frequente. "A chegada dele deixou os jogadores, o clube e, principalmente, a torcida muito felizes. Ter um jogador do nível do Cristiano fez a Juventus crescer muito mais, com ele a equipe é mais competitiva e forte", disse o brasileiro, acrescentando que o português é o "melhor jogador do mundo".   


"Ele é um cara que procura ajudar e orientar, ter contato com um cara como o Cristiano é incrível. Uma pessoa que você só via na televisão e jogava pelo videogame, e hoje ser seu companheiro de clube, é uma sensação que não tem explicação", afirmou Matheus.   


Tido como uma das promessas do futebol brasileiro, o meia foi campeão sul-americano sub-17 pela seleção em 2015 e diz que, "a princípio", pretende defender o Brasil, mas que "não fecha as portas" para a Itália. "Se um dia eu tiver a oportunidade, é claro que vou ficar muito feliz, porque juntamente com o Brasil, é uma das grandes seleções mundiais. O país que quiser que eu o represente, vou fazer muito feliz", concluiu. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.