PUBLICIDADE
Topo

Com país dividido,brasileiros votam para escolher presidente

28/10/2018 11h12

SÃO PAULO, 28 OUT (ANSA) - Milhares de brasileiros divididos entre bolsonaristas e petistas vão às urnas neste domingo (28) para definir o presidente que comandará o país a partir do primeiro dia de janeiro de 2019.   


O voto é obrigatório no Brasil e os eleitores deverão comparecer aos locais de votação até às 17h (horário local). Os resultados sairão a partir das 19h de hoje. Mesmo os que não votaram no primeiro turno, poderão votar normalmente neste segundo turno.   


Ao todo, 147.306.275 eleitores residentes no país e no exterior estão aptos a votar, sendo que 77.339.897 são mulheres (52,5%) e 69.908.977 são homens (47,45%).   


Para presidente, os cidadãos escolhem entre o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, e o petista, Fernando Haddad. De acordo com as últimas pesquisas, o deputado e o ex-prefeito de São Paulo possuem cerca de 55% e 45% dos votos válidos, respectivamente Neste segundo turno, pelo menos 2 milhões de pessoas foram mobilizadas, entre servidores da Justiça Eleitoral, juízes eleitorais, desembargadores e ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). No total, 1.817.996 mesários estarão à disposição.   


Tropas federais também foram enviadas para mais de 350 localidades do Acre, Amazonas, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Tocantins Além da escolha do presidente da República, em 13 estados e no Distrito Federal, haverá também eleição para governador. E em 19 municípios serão escolhidos ainda prefeitos. Com isso, a ordem de votação na urna eletrônica mudará dependendo do local onde o eleitor estiver. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.