PUBLICIDADE
Topo

Pagamento de vale para autônomos na Itália enfrenta problemas

01/04/2020 09h33

ROMA, 01 ABR (ANSA) - A Itália abriu nesta quarta-feira (1º) o cadastro de trabalhadores autônomos interessados em receber o vale de 600 euros (R$ 3,4 mil, pela cotação atual) oferecido pelo governo em função da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2), mas o excesso de pedidos e ataques cibernéticos provocaram uma pane no sistema.   

O voucher faz parte do decreto "Cura Itália", que prevê medidas que totalizam 25 bilhões de euros para combater os efeitos da pandemia na economia. Durante a manhã, o site do Instituto Nacional de Previdência Social (INPS) chegou a receber 300 pedidos por segundo, de acordo com o presidente do órgão, Pasquale Tridico.   

O tráfego elevado - inédito para os padrões do INPS - provocou lentidão no site, que depois foi tirado do ar devido a ações cibernéticas. "Sofremos nos últimos dias, e também nesta manhã, violentos ataques hackers. Nesta manhã, eles se somaram aos muitos acessos, que chegaram a 300 pedidos por segundo, e o site não aguentou. Por isso, o suspendemos", disse Tridico à ANSA.   

Segundo o presidente do INPS, o sistema será reaberto com faixas de horário específicas para cada categoria. O secretário de Saúde do Lazio, Alessio D'Amato, ainda revelou que o Instituto Lazzaro Spallanzani, principal referência na Itália em doenças infecciosas, também sofreu uma tentativa de ataque hacker, mas sem sucesso. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias