PUBLICIDADE
Topo

Prefeitura de Bristol remove estátua de ativista negra

16/07/2020 09h46

LONDRES, 16 JUL (ANSA) - A estátua da ativista negra Jen Reid foi removida pela prefeitura de Bristol, no Reino Unido, na manhã desta quinta-feira (16) - menos de 24 horas depois de ser instalada pelo artista Marc Quinn.   

Segundo as autoridades, a estátua foi colocada de maneira "clandestina" e o artista pagará pelos custos de remoção. Ela foi levada para um galpão para que seu destino seja decidido.   

O prefeito da cidade, Marvin Rees, afirmou que entende a "provocação" da obra, mas reforçou que a peça que deverá ser colocada no lugar daquela do escravocrata Edward Colston deve ser escolhida pela população. A nova obra, inclusive, poderá ser a própria estátua da estudante britânica, se a "população quiser". A estátua "Um rompante de Poder (Jen Reid) 2020" foi criada por Quinn com base em uma foto tirada pela imprensa inglesa durante o protesto do movimento "Vidas Negras Importam" na cidade no dia 7 de junho.   

Durante o ato antirracista, que veio na esteira dos protestos pela morte do norte-americano George Floyd, a estátua de Colston, que fez fortuna com o tráfico de escravos no século 17, foi arrancada pelos manifestantes e jogada em um rio próximo.   

Após a remoção, Reid subiu no pedestal vazio e fez o gesto do punho erguido que simboliza o "Black Lives Matter". Conforme Quinn, o nome da "obra temporária" veio "da descrição poderosa de Jen em sua experiência". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.